Scroll Top

Terapeuta Ensina Potencializar Seu Relacionamento – É Grátis!

Chuva de prata – um fetiche muito singular.

A maior comunidade para Sugar Daddy e Sugar Baby do Brasil

Chuva de prata-fetiche

Fetiche sexual Chuva de prata

A chuva de prata ou então chuva dourada é um fetiche sexual bastante singular. A definição varia muito, de acordo com as preferências das pessoas; algumas dizem que a chuva de prata envolve apenas o ato de urinar no parceiro, porque este gosta da sensação. Outras pessoas já caracterizam a chuva de prata ou dourada como urina, ejaculação feminina, saliva, suor e até mesmo ejaculação masculina.

As pessoas costumam alimentar os tabus, dizendo que isso é perversão, pecado, está errado, é imoral e mais um monte de coisas ruins sobre os fetiches. Acredito que quando se trata de sexo, a comunicação é a zona mais erógena do corpo, e tudo que é conversado pode ser considerado. O sexo é uma prática realizada por duas ou mais pessoas adultas que sabem o que estão fazendo, as consequências e o que vai acontecer entre quatro paredes.

É comum as pessoas dizerem que fetiche é forçado, e está errado, e tudo mais. Porém, o fetiche não tem nada a ver com violência sexual. Violência sexual é uma doença, crime e envolve sequelas psicológicas e emocionais para a vítima. O fetiche nada mais é do que uma brincadeira, um entretenimento.

Atualmente, o mercado erótico brasileiro está se voltando aos casais muito mais do que às pessoas solteiras. Os casais, com mais de quarenta anos, casados há mais de dez, quinze anos, e que estão com a relação mais fria. São essas pessoas o público-alvo das sexy shops agora. Imagine que interessante, um casal casado há tanto tempo, com a chama quase apagada, começar a brincar com os mais diferentes fetiches.

O bacana não é a prática da chuva de prata ou de qualquer outra brincadeira sexual, mas sim o contato que um casal volta a ter depois de muito tempo naquela relação mecânica e rotineira, de todos os dias. Ninguém é obrigado a fazer algo que não queira na cama, mas experimentar ajuda a desmistificar tabus e se aproximar do seu parceiro ou da sua parceira.

Existem fetiches dos mais estranhos, como a coprofagia e a acrotomofilia. Vai de cada casal estudar os fetiches, ou mesmo conversar sobre as próprias fantasias e chegar a um consenso sobre o que seria bom para os dois. Não julgue antes de saber, antes de conhecer.

Chuva de prata com suor e saliva

Algumas pessoas definem a chuva de prata como a prática sexual que envolve fluidos corporais de qualquer natureza, mesmo a saliva e o suor. Durante o sexo, os parceiros podem se molhar no suor um do outro, representando a total falta de nojo e repugnância, reunindo-se e transformando-se em um só, durante a prática.

Já com a saliva, os praticantes de BDSM dizem que funciona na forma de cusparada no rosto do parceiro, o que simboliza uma porção de sentidos e atitudes. Na vida cotidiana, se uma pessoa leva uma cusparada no rosto é como a maior demonstração de desprezo e humilhação que ela pode passar em toda sua existência.

Como sabemos, no BDSM existem os dominadores e os submissos. Os submissos são pessoas que gostam de se sentir dominadas e inferiorizadas, como se fossem escravas.

Portanto, quanto maior o nível de humilhação, melhor. Mas lembre-se do seguinte: não é porque uma pessoa tem um perfil submisso na cama que necessariamente ela vai gostar de levar uma cusparada no rosto.

Como já disse anteriormente, a comunicação e o cérebro são as zonas mais erógenas do corpo humano, então nada de surpresas: converse primeiro. Deixe que a outra pessoa fique sabendo o que você quer fazer e descubra se ela aceita, se concorda.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.