Scroll Top

Terapeuta Ensina Potencializar Seu Relacionamento – É Grátis!

Dor no Sexo? Pode Ser a Dispareunia

A maior comunidade para Sugar Daddy e Sugar Baby do Brasil

Dispareunia

Em muitos casos as mulheres podem reclamar de dor durante e após a relação sexual. São casos comuns e que geram milhares de dúvidas e respostas, por vezes inexatas, sobre a causa dessa dor. Pode ser a Dispareunia.

As causas para as dores podem ser extremamente variadas, tanto é que fica difícil diagnosticar de início somente com a acusação de dor. Mas, ao passo que o corpo da mulher vai sendo investigado, várias provas podem apontar pra problemas que, felizmente, podem ser resolvidos sem tantas dificuldades.

O QUE É A DISPAREUNIA?

É fácil de explicar: qualquer relação sexual que tenha sido dolorida pode ser caracterizada como a Dispareunia. Tranquilo de entender. O problema é quando vamos procurar pelas causas desse incômodo bastante chato que é ter dor durante algo tão prazeroso como o sexo.

Um dos casos mais famosos do problema é o causado pelo vaginismo. Já até tratei sobre isso por aqui. O vaginismo acontece quando há espasmos involuntários do músculo pubo coccígeo da mulher, resultando em contrações que impedem a passagem do pênis, aumentando a sensibilidade do local, o que gera dores.

Como também já disse em outro texto, uma boa forma de impedir isso é utilizando as técnicas do pompoarismo. Alguns podem falar que você não precisa pompoar e que usar os exercícios de Kegel já é o suficiente. Mas presta atenção aqui. Estamos falando de problemas sexuais, são dores que você sente durante o sexo.

Por que não usar um método que faz com que você se torne uma mulher acima da média quando o assunto é sexualidade? É o pacote completo.

Mas antes de chegarmos a este ponto, vou deixar bem claro para você a classificação da Dispareunia. A primária é a que ocorre desde a primeira relação. Algo comum em muitas mulheres, principalmente por causa do hímen. O que não é 100% garantido de acontecer, pois várias já relataram que sua primeira vez foi bem prazerosa.

A secundária é quando, a partir de um certo tempo, a mulher começa a sentir uma espécie de dor ou desconforto. A situacional é quando vez ou outra aquela dor vai e vem e incomoda a mulher. E a generalizada é quando qualquer penetração, seja com a língua, dedos ou pênis, faz com que a mulher sinta dor.

As causas são muito variadas, como já dissemos. Passa por infecções como a candidíase, tricomoníase, entre outras. Para estas basta tomar um antibiótico receitado pelo médico e provavelmente vai ficar tudo bem.

Mas, para as mulheres que sofrem com problemas psicológicos, o tratamento vai mais longe. Por isso é bom ter um acompanhamento psicoterápico. E você ficaria surpresa com a quantidade de fatores psicológicos que existem, coisas que passam de crenças religiosas à traumas na infância.

 

O POMPOARISMO AJUDA NA DISPAREUNIA?

Nunca devemos separar o sexo da nossa mente. Afinal, o maior órgão sexual, o mais estimulável e o mais excitante, é a mente humana. Alguns podem discordar disso e eu entendo perfeitamente… O corpo humano é complexo!

Mas se existe um exercício físico que garante também uma ajudinha na parte psicológica, esse exercício é o pompoarismo. E por quê? Porque além de fazer com que a mulher controle os músculos vaginais, sabendo o que fazer caso sinta que o espaço está curto e prejudicando o prazer, há também a estimulação da libido.

O ato de pompoar torna a mulher mais aberta e receptiva ao sexo. Disso não tenha dúvidas. Até porque ela começará a perceber o mundo de prazer que existe com as práticas que para muitas outras pessoas são desconhecidas. O pompoarismo faz você chegar a outro nível na relação sexual!

Pense nisso!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.