Scroll Top

Terapeuta Ensina Potencializar Seu Relacionamento – É Grátis!

Gang Bang: O que vem a ser esta prática

A maior comunidade para Sugar Daddy e Sugar Baby do Brasil

Gang Bang: O que vem a ser esta prática

Gang Bang: O que vem a ser esta prática

Gang Bang é um termo que poderia ser traduzido para orgia, bacanal, sexo grupal, enfim, é a prática que envolve mais de três pessoas, de qualquer gênero, todas tendo relações sexuais umas com as outras simultaneamente. Não é igual ao ménage, pois envolve mais pessoas, além do mais, não necessariamente as pessoas precisam se conhecer.

Vemos muitos exemplos de gang bang nos vídeos pornográficos, facilmente encontrados na internet, todos gratuitamente. Porém, o sexo grupal acontece de verdade, fora de uma produção audiovisual. Existem muitos adeptos por aí, e o termo eufemista são as famosas casas de swing.

Para alguns, trata-se de um lugar em que casais vão para trocar experiências com outros casais. Mas existem vários tipos de casas desse tipo, e não é necessário entrar com um parceiro. É possível entrar sozinho, com amigos ou amigas. Além disso, também pode ir para olhar as outras pessoas transando. Em linhas gerais, é como se fosse uma balada aberta para ter relações sexuais com alguém que se tenha conhecido lá, fazer sexo com seu próprio parceiro e poder assistir a outros casais fazendo o mesmo.

Ainda é possível se juntar com outros casais ou pessoas sozinhas e realizar uma gang bang improvisada. Na verdade, não há regras; cada um vai para as casas de swing com uma intenção e lá na hora tudo é decidido através da conversa. Se você quiser, pode ir até como vouyer, ou seja, só para olhar.

É preciso de preparo físico para o gang bang.

Um gang bang bem feito, em que todas as pessoas saiam satisfeitas, demanda um preparo e um equilíbrio físico, do contrário alguém pode sair descontente. Imagina como é difícil conciliar posição, movimento seu e movimento das outras pessoas, além de equilíbrio e cuidado para não machucar ninguém.

A gente acha que é fácil, ainda mais com pessoas que acabamos de conhecer – não sabemos como é a dinâmica de ritmo e performance de outros indivíduos até ter uma relação sexual com ele.  Mas não é tão simples quanto parece. O preparo físico é fundamental, além da resistência.

Preparo psicológico

Quando uma pessoa vai sozinha, para experimentar coisas novas, é uma situação totalmente de quando um casal vai frequentar uma casa de swing ou então combinar uma gang bang com amigos. É necessário muita conversa e muito preparo, porque ambos os integrantes do casal terão que ver o parceiro tendo relações sexuais com outras pessoas, e este terá que se relacionar também, simultaneamente.

Sugiro começar devagar, com fantasias a dois, dar algumas indiretas primeiro, e depois, se o parceiro não notar quais são as suas intenções, é interessante sentar e ter uma conversa direta. No caso de seu parceiro curtir a ideia, comecem com um ménage, assim, se não acontecer da forma como vocês esperavam, é possível repetir o processo algumas vezes antes de partir para a gang bang.

É difícil encarar uma experiência agressiva como essa, então vá com calma. Da mesma forma que será difícil ver seu parceiro ou parceira transando com outra pessoa, é difícil para seu parceiro ou parceira te ver tendo relações sexuais com uma pessoa que não seja ela.

Não confunda conhaque de alcatrão com catraca de canhão

A gang bang, assim como BDSM, é feita por pessoas que sabem o que estão fazendo, onde estão, com quem estão e todos entendem o que será feito e devem apreciar a prática. Não confunda essa prática, consensual e aberta, com o estupro coletivo, que é crime passível de cadeia.

Só porque há apenas uma mulher em uma gang bang, não significa que ela está lá forçada e que aquilo é um estupro. A mulher está, cem por cento do tempo, consciente de que no lugar que ela está há vários homens que vão transar com ela, então esta é apenas uma prática a qual tem o intuito de promover prazer.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.