Scroll Top

Terapeuta Ensina Potencializar Seu Relacionamento – É Grátis!

O dia em que fui traída pelo Júlio.

A maior comunidade para Sugar Daddy e Sugar Baby do Brasil

O dia em que fui traída pelo Júlio.

O dia em que fui traída pelo Júlio.

O dia em que fui traída pelo Júlio.

Ai, meninas. A história de hoje vai ser triste; quase terminei com o Júlio por causa do que aconteceu, mas estamos bem e o título foi só para provocar um BUM mesmo. Mas a treta foi séria. Depois que comecei a fazer o pompoarismo nosso de cada dia, minha vida sexual com o boy magia melhorou uns 110%, isso não é segredo e já contei aqui no blog várias vezes para vocês.

Porém, nós começamos a ousar um pouco mais; resolvemos nos gravar e tirar fotos enquanto estávamos fazendo sexo, tudo no celular do Júlio. Nós transávamos, víamos o vídeo e depois apagávamos. Sempre, toda vez. Mas teve uma vez que foi tão fenomenal que o Júlio me convenceu a guardarmos, em um computador, com um trilhão de senhas em cima. Ok, concordei, porque aquela transa tinha sido o máximo mesmo. Durou um tempão e ainda fizemos a posição em que o cara pega a mulher no colo de pé, sabem? Maior sucesso.

Enfim, nesse dia resolvemos salvar o vídeo, mas enquanto não passávamos para o computador, o vídeo permanecia no celular do Júlio e ele ia ao trabalho. Ficou quase uma semana assim, até que descarregamos no computador e apagamos do celular dele. Até aí tudo bem, sem problemas.

Mas um belo dia, estava eu olhando sacanagem na internet, quando descobri um site só com aqueles vídeos “Caiu na net”, sabem? De pessoas desavisadas que se gravam ou tiram fotos de si mesmas fazendo sexo e depois a imagem vaza e adeus credibilidade, vida profissional e etc? Pois é, fui dar uma conferida e adivinhem qual foi o meu espanto ao ver que o nosso vídeo estava naquele maldito site.

Eu liguei na hora para o Júlio e o ameacei de morte. Ele jurou pela própria vida que não tinha sido ele, ficou super bravo comigo por eu ter achado que era ele, enfim, brigamos muito e ele nem voltou para casa nesse dia, foi ficar com os amigos.

Eu fiquei sinceramente arrasada, como ele podia ter feito aquilo comigo? Eu sempre fiz de tudo por ele, sempre fomos parceiros, estava bem preocupada, desiludida e chorei até dormir. No meio da madrugada, acredito que por volta das quatro da manhã, ouvi o barulho da porta; era ele. Já levantei com trezentas pedras na mão e ele me pedindo calma pelo amor de Deus, que era para deixar ele falar. Engoli minha raiva e resolvi dar uma chance. Sentamos no sofá.

– Amor, não fui eu, e agora posso provar. Fui na casa do Cléber depois do trabalho, porque estava muito chateado com o que tinha acontecido, e sabia bem que você não ia nem olhar na minha cara. Como o Cléber é meu amigo, resolvi contar para ele e desabafar. Sabe o que ele me disse? Que já sabia, que todo mundo no trabalho sabia, e que eu era um mané por deixar meu celular à vista. Os caras descobriram a minha senha, amor, e eles vazaram o nosso vídeo. Meu chefe viu também, e faltou me despedir. Como o Cléber sabia, tirou umas fotos dos caras fazendo isso e mostrou para ele, e foi o que me salvou. Ele disse que amanhã vai ter uma conversa séria com eles.

No fim, nós apoiamos um ao outro e resolvemos não dar queixa. Entramos com um pedido na justiça para remover o vídeo da internet, mas vocês sabem, não é? Essas coisas se reproduzem mais que coelhos.

Infelizmente, por hoje é só meninas.

Até a próxima.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.